segunda-feira, 30 de março de 2009

Imag-in-ação


Parado
num canto da cidade vi
o peito triste de um homem só

Apaixonado

li
nos olhos
deste homem
triste
as imagens
os espelhos
uma loja de retratos

Aquebrantados

os olhos
Revelavam
a mim
Revelar
vão-me
a Ele
Revelar-me
a mim mesmo
que não revelo a ninguém
o nada de que eu era
e que ainda relevo
se ainda sou

Nenhum comentário: