domingo, 1 de junho de 2008

Eu (nós)


Nus e sós, eu e meu outro, ela e o outro dela: alguém. Todos outros de si mesmos.
Meu pai achava que o outro dele era minha mãe. Minha mãe que o dela éramos nós sete. E nós sete olhamos pro mundo de frente e dissemos: - Nosso outro!!!
Ledo engano!
Somos todos o mundo trancado em nós: somos nós outros.
Eu sou os nós e eu me liberta dos nós.
Eu sou o que quero e que quer esses meus loucos nós.

Um comentário:

Carol disse...

Cara isso é seu?
Que tudo, isso.
Amei.
Bj.